Tênis, botas e bastões ...

Atualizado: 12 de mai. de 2020


As trilhas, assim como qualquer outro esporte, exigem um pouco mais de equipamentos que uma simples caminhada num parque. Dependendo do lugar, do percurso e das condições geográficas, são necessárias roupas adequadas e alguns equipamentos.

Quando pensamos em trilhas, nos perguntamos inicialmente: o que calçar? Tênis? Botas? ... No primeiro momento, pensamos: vou pegar meu tênis mais velho, afinal ele vai sujar, pois vou andar na terra, na lama, na água, nas pedras ... Assim, dependendo do estado que ele retornar, já o descarto.

Esse é o primeiro engano, pois, caso opte pelo tênis velho, você corre o risco de ficar descalço no meio do caminho. Os calçados, como algumas coisas na vida, têm o seu prazo de validade; portanto, usar o famoso tênis velho em terrenos muitas vezes acidentados - e que vão exigir muito dele - fará com que o seu velho amigo se desfaleça pela trilha.

Logo, o melhor a se fazer é usar tênis novos e adequados para trilhas, ou caso se sinta mais confortável, use as botas próprias para caminhadas.

E quanto as roupas? Shorts? Jeans? ... O ideal é que se use roupas leves, com tecidos de secagem rápida e que permitam o bom e amplo movimento das pernas e braços. Em lugares muito ensolarados, recomenda-se o uso de camisas de manga longa com proteção UV. Posso usar shorts? Pode. Mas em lugares de mata fechada, recomenda-se o uso de calças tipo leggings ou outros produtos apropriados para caminhadas, para que não se tenha as pernas riscadas pelos matos, espinhos ou mordidas pelos famosos souvenires do caminho, os tão temidos carrapatos.

Nos lugares de temperaturas extremas, há que se usar as roupas de proteção térmicas adequadas e indicadas para a prática do esporte.

E na cabeça? Não uso nada? Em dias de sol, devemos usar bonés, chapéus, algo que nos proteja a face e a cabeça contra o sol. Nos lugares frios, o ideal são os gorros, toucas para proteção do vento e frio.

Mas e essas bengalas que o povo usa? Hum, bengalas? .... Ah, os bastões! Bastões de caminhada! Isso mesmo! "Eu não sou velho. Não preciso disso. Sei andar com minhas próprias pernas e não preciso dessas bengalas". Eu sei, meu amigo, mas sinto em lhe informar. Esse é mais um dos erros que cometemos por subestimar a importância dos bastões de caminhada.

Vamos lá! Me convença! ... Bom, os bastões de caminhada tão mal falados por alguns e tão amados por outros são um dos equipamentos mais importantes para os praticantes de trilhas. Eles vão te ajudar e auxiliar a não escorregar nas travessias de rios e córregos, principalmente os que possuem pedras. Eles servem como uma "certa arma, uma faca" para limpar o caminho a frente e observar se não existem bichos escondidos pelo meio do mato. Em terrenos suspeitos, eles servem para testar as condições do solo se são firmes, fofos ou escorregadios antes de você pisar. Eles também servem como apoio e impulso, aliviando o trabalho dos membros inferiores, das costas e das articulações nas subidas e nas descidas. Atuando, muitas vezes, como uma espécie de corrimão, eles auxiliam no equilíbrio, uma vez que são utilizados em par e movimentados por ambos os braços como apoio. E, caso você tenha se acidentado e torcido o pé, os bastões lhe ajudarão como um apoio, evitando maiores lesões pelo caminho.

"É, você me convenceu! Na próxima trilha, só irei com bastões".

E, por fim, o que não pode jamais faltar é a nossa amiga e tão querida mochila! Responsável por carregar nossa água, nossos lanches, protetor solar, óculos, repelente, documentos e tudo o mais que julgarmos necessário levar para o caminho.

Ah, eu já ia me esquecendo de falar. Não se esqueça de levar o celular ou a máquina fotográfica, pois o que se leva do caminho são apenas o registro das belas paisagens e amizades que fazemos; e o que se deixa são apenas as nossas pegadas.


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo