top of page

Cânion do Rio Poti

E o nosso segundo cânion, pouco conhecido, mas de belezas sem igual, encontra-se situado na Serra da Ibiapaba, que fica entre o Piauí e o Ceará. O Cânion do Rio Poti, ou em guarani Poty, que significa flor, fica localizado, mais precisamente, no município piauiense de Buriti dos Montes, a cerca de 230 km da capital Teresina.

Cânion Rio Poti. 📷 Juscel Reis

O Rio Poti, que nasce no Ceará, percorre mais de 80 km por terras cearenses no sentido norte até chegar em um sistema de falhas geológicas do Lineamento Transbrasiliano, que ficam no Piauí.

Nesse ponto, o rio é aprofundado em razão das ações das águas, e nessa falha geológica que ocorreu há mais de 400 milhões de anos se formou o que hoje é conhecido como Cânion do Rio Poti.

É possível navegar no Rio Poti, no cânion, e ver de perto os paredões de 60 metros de altura.


No trecho do rio conhecido como Poço da Bebidinha, existe um grande acervo de arte rupestre representando figuras geométricas.


Poço da Bebidinha. 📷 Juscel Reis
Arte Rupestre. 📷Itaucultural



O melhor período para visitar a região é depois do período das chuvas, entre julho e dezembro. O cânion é indicado para a prática de diversos esportes de aventura como rapel, canoagem, stand-up paddle, ciclismo, trekking e até psicobloc, que é uma modalidade de escalada esportiva na qual o praticante não usa qualquer tipo de equipamento de segurança e o volume de água localizado na base das falésias – seja em rios, mares ou lagos – é a única forma de amortecer as inevitáveis quedas, que podem ultrapassar os 20 metros de altura.


Poço do Canelão. 📷 Juscel Reis

Para os praticantes de canoagem, o trecho conhecido como Poço do Canelão é o ponto recomendado para essa atividade. Em outros trechos do percurso também é possível efetuar mergulhos pela água cristalina do leito do Rio Poti.




Os amantes da caminhada podem se aventurar pela trilha de acesso à Cachoeira da Lembrada, que vai margeando os grandes paredões do cânion, em trechos íngremes, de beleza cênica encantadora e que permite aos visitantes relaxar e aproveitar um banho em suas águas.

Cachoeira da Lembrada. 📷 Valdeci Ribeiro

Para preservar e proteger esse patrimônio ambiental de rara beleza, o Estado do Piauí criou o Parque Estadual do Cânion do Rio Poti, compreendendo uma área de mais de 24 hectares de superfície e de 118 de perímetro. O parque protege cerca de 1.400 espécies de animais que o espaço abriga e áreas com vegetação de caatinga e de arte rupestre.

Gostou de conhecer mais esse pedacinho do Brasil? Então, curta, compartilhe, comente e vem com a gente se aventurar pelas belezas do nosso País.



34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo